Browsing Tag

exames

Câncer

Outubro Rosa | Mamografia

29 de outubro de 2016
mamografia

A mamografia é um exame de raio-X, na qual a mama é comprimida entre duas placas de acrílico para melhor visualização. Em geral são feitas duas chapas de cada mama: uma de cima para baixo e uma de lado. Apesar da compressão da mama ser um pouco desagradável para algumas mulheres, é importante lembrar que ela não é perigosa para a mama. A dose de raios X utilizada nos aparelhos modernos é também muito baixa, e não deve servir de empecilho para a realização do exame.

Fundamental e insubstituível, a mamografia pode detectar nódulos de mama em seu estágio inicial, quando não são percebidos na palpação do autoexame feito pela mulher ou pelo profissional de saúde. Por serem pequenos, esses nódulos têm menor probabilidade de disseminação e mais chances de cura.

Algumas pessoas questionam a realização da mamografia por causa das radiações emitidas.

Existem muitos métodos, como a termografia dinâmica que em breve vamos trazer para o Brasil, mas que funcionam como rastreamento, identificando anormalidades, e a partir disso devemos seguir com os exames mais tradicionais como a mamografia. Ainda acredito e recomendo essa triagem com ela, por sua precisão e por ser o método mais confiável até o momento quando já há a possibilidade de câncer.

Ressalto novamente que a quantidade de radiação das máquinas modernas não é empecilho para a realização do exame e deixo o alerta para pacientes não fazerem além do recomendado e sobre a importância de um acompanhamento médico para que a técnica não ofereça risco e deixe de cumprir o papel.

Existem também vários tratamentos que auxiliam na eliminação de radiação, não só da mamografia, como de eletrônicos e outros. Sempre integramos essas terapias a pacientes em tratamento de câncer.

De toda forma, cada médico tem o seu protocolo, desenhado conforme cada caso, por isso o acompanhamento profissional é de extrema importância.

Imagem: Camile Stumpf